Arquivo da tag: Diferencial

Adapte-se ou morra #DepartamentoAsQuintas

adapteO amigo Mauro Cesar Oliveira do RJ me enviou por email estas 55 lições extraídas do Livro Adapte-se ou morra e hoje dedico a você leitor do blog estas 55 reflexões.

Leia cada uma com calma e pense a respeito. Aprenderá muito sobre gestão, vida e como resolver situações difíceis.

Destaco em vermelho algumas das regras que mais me trouxeram a reflexão.

Adapte-se ou Morra… Lições

Regra 01: A primeira regra dos negócios é igual a primeira regra da vida: adapte-se ou morra.

Regra 02: A inovação é difícil e, muitas vezes dolorosa, mas não existe alternativa.

Regra 03: Quando você deve iniciar a mudança? Quando tudo está dando certo.

Regra 04: Por mais realista que você seja, o processo de mudança levará três vezes mais tempo do que você gostaria.

Regra 05: Os funcionários precisam saber – nos mínimos detalhes – o que você pretende fazer e por quê. Eles precisam ouvir isso repetidas vezes. Não esqueça: para eles, ouvir nunca será demais.

Regra 06: Quem não consegue se comunicar não consegue liderar

Regra 07: Se você não consegue comunicar uma idéia com rapidez, não vai conseguir comunicá-la nunca.

Regra 08: Nada é mais supervalorizada do que uma idéia nova. As idéias por si só são inúteis. O que importa é o que você faz com elas.

Regra 09: Se o seu belo produto ou serviço novo não gera dinheiro suficiente para cobrir os custos e produzir lucro, não é inovação, é arte. Se você almeja prêmios, vá para Hollywood.

Continuar lendo

Anúncios

[Departamento as quintas] Escritórios avaliados em quê?

desempenhoUma pesquisa do FDJUR apresentou recentemente números bem interessantes sobre o que realmente importa aos departamentos jurídicos na avaliação dos escritórios contratados.

Três principais pontos são os destaques e vamos aborda-los um a um.

Vejamos primeiramente a pesquisa em si:

Escritórios de advocacia respondem o que pensam ser mais valorizados aos departamentos jurídicos:

1º) Conhecimento na Área de Atuação (376 pontos);
2º) Compromisso com a Demanda da Empresa (371 pontos);
3º) Rapidez nas Situações de Urgência (366 pontos);
4º) Disponibilidade no Atendimento a Qualquer Momento (303 pontos);
5º) Estrutura para Lidar com a Demanda da Empresa (282 pontos);
6º) Sintonia com o Departamento Jurídico (263 pontos);
7º) Proatividade na Resolução de Problemas Não Detectados (246 pontos);
8º) Preço Condizente com o Serviço Prestado (187 pontos);
9º) Relatórios Constantes e Apurados do Serviço Prestado (170 pontos).

 Departamentos apontam o que vêem ser mais valoroso nos escritórios:

Continuar lendo

Seis estratégias para crescer profissionalmente

Todos querem crescer profissionalmente. Alguns, erroneamente, pensam que para isto basta trabalhar.

Outros, pensam que com trabalho, empenho e “vestir a camiseta” da empresa estão fadados ao sucesso.

Seria apenas isto?

Óbvio que não. Trabalhar e vestir a camisa da empresa não são diferenciais, é para isto que você é pago. Criar diferenciais depende de cada um individualmente com a visão do todo. Depende também de compartilhar o sucesso e de ser parte do todo, mesmo com características singulares.

A Computerworld lançou seis estratégias básicas para você refletir e buscar o seu caminho:

1. Seja claro sobre o que você pode oferecer
A maioria das pessoas não consegue mostrar o valor pode criar para a empresa. Sempre que possível deixe claro que competência você possui e como ela pode ser aplicada para ajudar na obtenção de resultados. Ser visto como alguém que faz a diferença pode levá-lo a futuro candidato a promoções.

2. Peça o que você deseja
Mesmo que seu gestor não tenha demonstrado apoio até o momento, você deve sentar-se frente à frente com ele e expor suas ambições. Deixe que ele saiba que você precisa dele e esteja pronto para ouvir que seu chefe precisa de você. Esteja preparado também para articular o que você pode fazer por ele e como suas habilidades podem ajudar a organização. Não esqueça que seu chefe é a pessoa mais próxima a se tornar um defensor seu.

3. “Comprometa-se” com o sucesso do seu chefe
Pode parecer estranho, se você está sobrecarregado e insatisfeito. Mas se quiser ter sucesso, fixe sua mente no comprometimento com o sucesso de seu chefe. Assim, você se torna parte do trabalho dele e tem a chance de apontar saídas para erros ou problemas com fornecedores. Assim você se destacará pelo potencial que possui.

4. Faça conexões
Quanto mais você construir relacionamentos em toda a organização, melhor posicionado estará na hora de ser considerado para futuras oportunidades. Não comece por olhar para fora de seus interesses, mas aprenda a tentar conhecer um pouco mais sobre as outras pessoas que estão ao seu redor na empresa. Sempre que possível, almoce com alguém que você conheceu recentemente.

5. Faça o trabalho que você quer eventualmente
“Se você quiser se destacar, vá em frente, demonstre o que você é capaz de fazer”, diz o presidente da 3 Points Strategic Solutions,, Von Wright. “Você precisa fazer o trabalho que quer e para isso tem que começar a fazê-lo hoje mesmo”, aconselha.

Por exemplo, se você é um gerente sênior da área de tecnologia, mas pretende levar os projetos às equipes responsáveis pela definição das estratégias, arregace as mangas traduzindo os projetos em métricas de negócio.

Claro que estar de olho em uma promoção não descarta a tarefa de continuar cumprindo com todas as suas obrigações. Mas você estará usando suas competências para esforços que no futuro podem ser reconhecidos na hora da empresa destacá-lo para a uma nova função, a qual você deseja ocupar um dia. “Você não pode perder a oportunidade de demonstrar suas habilidades na frente de líderes que não são, necessariamente, o seu chefe”, diz.

6. Acredite e mantenha a esperança
Tanto Wright quanto outros especialistas em carreira aconselham a agir como se já fosse o profissional pronto que você quer se tornar. Se o seu chefe não é solidário aos seus esforços, tenha fé, acredite que alguém será. “Todo bom líder está sempre procurando as pessoas certas”, afirma Wright. “E, quando perto de pessoas que têm as qualidades certas, começará a trabalhar para conseguir que o indivíduo se destaque na equipe”.

Fonte: http://cio.uol.com.br/carreira/2013/02/04/seis-estrategias-para-crescer-profissionalmente/

 

Não basta ser diferente. Tem que criar diferenciais.

Como criar diferenciais? Pensando diferente.

É como a parábola:

Mestre, como faço para me tornar um sábio? – Boas escolhas . – Mas como fazer boas escolhas? – Experiência – diz o mestre. – E como adquirir experiência, mestre? – Más escolhas.

Nem sempre os diferenciais darão certo. Contudo, ser autentico e criar ambiente criativo fazem parte do sucesso, mais cedo ou mais tarde.

Não tenha medo das más escolhas: Elas criam experiência e gerarão boas escolhas no futuro. A não ser que você não tenha aprendido com elas. Daí, de nada servem as escolhas…

______________________________________________
Artigo escrito por Gustavo Rocha – Sócio da Consultoria GestaoAdvBr
http://www.gestao.adv.br gustavo@gestao.adv.br