Arquivo da tag: A vida como ela é

A vida como ela é: Dia da Justiça.

Charge2010-Liminar-autoconcedida8 de Dezembro se comemora (?) dia da Justiça, segundo calendário oficial brasileiro.

Uma data em que os fóruns fecham e existem algumas comemorações institucionais.

Contudo, a vida como ela é, não é bem assim.

Vivemos um caos generalizado dentro do órgão que conforme preceitua a nossa divisão organizacional social deve proteger a justiça, ou seja, o judiciário.

Sabemos que muitas vezes os outros dois poderes é que pisam na bola e noutras vezes ainda o próprio povo.

Sim, a começar pelo povo que vota em semi-analfabetos, ignorantes, sem conhecimento algum de leis ou de direitos para serem seus representantes, ou seja, ser hoje político é um cargo, uma profissão, quando deveria ser um auxílio ao povo.

Pessoas que são manipuladas por outras que realmente sabem o que estão fazendo (nem sempre para o bem, sejamos claros), mas este restante sem conhecimento é pura massa de manobra.

Com votos assim de massa, apenas por interesses financeiros e dissociados da realidade do povo (que ganha pouco mais de 600 reais enquanto um político já inicia na casa dos 4 mil em média de pequenas localidades, ou seja, quero ser político para tirar a barriga da miséria e não quero ser político para ajudar a maioria que ganha 600 reais a sair da miséria – isto porque falo apenas de quem trabalha. (Quem não trabalha e ganha esmola do governo, nem quero me manifestar a respeito).

Então, um legislativo que em muitas leis é acéfalo e contraditório.

De outro lado um executivo que ao invés de agir conforme deveria, age apenas gerando leis (prerrogativa que existe por um legislativo inoperante ou quiçá que quer que existam brechas) e entupindo o judiciário de demanda (que a despeito do que pensam a maioria, quem mais tem processos neste Brasil é o próprio Estado e algumas grandes empresas – 4 para ser mais exato – . Eles dominam mais de 80% das demandas do Brasil e sobram menos de 20% para todo mundo, incluindo eu e você).

Em bom português, um executivo que é praticamente um legislativo as avessas.

E o judiciário? Tem que administrar este monstro litigante que é o executivo, tem que lidar com leis contraditórias e pior, cheia de erros bobos, burros para tentar fazer justiça ao cidadão.

Continuar lendo

Anúncios

A vida como ela é: Negócios? #TerçasdeNegócios

socio-de-negociosA vida como ela é, simples direta e crua:

Já pensou na forma que você faz negócios?

Nem sabe o que e fazer um negócio?

Perguntas básicas:

Você tem uma empresa?

Sabe quanto ela vale?

Sabe calcular retorno, reinvestimento e valor de mercado?

Compreende o mercado a ponto de saber se é o momento de investimento, receber capital (estrangeiro ou nacional) e/ou vender a empresa e partir para outros projetos?

É amigo leitor, nem sempre ficar com a empresa pode ser uma boa ideia. Temos este ranço antigo de quem cria a empresa deve morrer nela.

Nada disto!

Continuar lendo

A vida como ela é: Escrever, falar ou chat?

balaoTemos visto cada vez mais o uso do email no ambiente corporativo, tanto que muitas empresas e escritórios tem mudado de postura e tentam criar até dias sem uso de email.

Agora, email, chat, redes sociais, é uma questão de postura e principalmente oportunidade: Depende do assunto, depende do porque, depende da razão.

Vislumbramos pessoas que trabalham na mesma sala e mandam emails de bom dia a outras.

Onde ficou o calor humano, o abraço, o olho no olho?

Não podemos perder estes valores. Não somos máquinas! Somos seres humanos, conectados a outros seres humanos.

O mesmo vale para as redes sociais. O que vale as redes se não for para conectar pessoas reais?

Repense suas atitudes no ambiente corporativo. Se não necessita de um histórico, comprovante, porque mandar por email?

E quando acontece uma interpretação equivocada no email?

Quantas e quantas vezes escrevemos e somos lidos não por aquilo que queríamos dizer, mas pela interpretação de quem leu? Continuar lendo