Adapte-se ou morra #DepartamentoAsQuintas

adapteO amigo Mauro Cesar Oliveira do RJ me enviou por email estas 55 lições extraídas do Livro Adapte-se ou morra e hoje dedico a você leitor do blog estas 55 reflexões.

Leia cada uma com calma e pense a respeito. Aprenderá muito sobre gestão, vida e como resolver situações difíceis.

Destaco em vermelho algumas das regras que mais me trouxeram a reflexão.

Adapte-se ou Morra… Lições

Regra 01: A primeira regra dos negócios é igual a primeira regra da vida: adapte-se ou morra.

Regra 02: A inovação é difícil e, muitas vezes dolorosa, mas não existe alternativa.

Regra 03: Quando você deve iniciar a mudança? Quando tudo está dando certo.

Regra 04: Por mais realista que você seja, o processo de mudança levará três vezes mais tempo do que você gostaria.

Regra 05: Os funcionários precisam saber – nos mínimos detalhes – o que você pretende fazer e por quê. Eles precisam ouvir isso repetidas vezes. Não esqueça: para eles, ouvir nunca será demais.

Regra 06: Quem não consegue se comunicar não consegue liderar

Regra 07: Se você não consegue comunicar uma idéia com rapidez, não vai conseguir comunicá-la nunca.

Regra 08: Nada é mais supervalorizada do que uma idéia nova. As idéias por si só são inúteis. O que importa é o que você faz com elas.

Regra 09: Se o seu belo produto ou serviço novo não gera dinheiro suficiente para cobrir os custos e produzir lucro, não é inovação, é arte. Se você almeja prêmios, vá para Hollywood.

Regra 10: Faça com que as inovações sejam remuneradas. As empresas deveriam ter que financiar a pesquisa de novas idéias, em vez de recebê-la de mão beijada. Ter que pagar por ela é um meio seguro de garantir que a pesquisa seja objetiva.

Regra 11: Resumindo, eis o segredo do bom atendimento: pergunte aos clientes o que eles desejam e forneça-o.

Regra 12: “Não” é a segunda melhor resposta que você pode obter para qualquer pergunta que fizer.

Regra 13: Não decidir já é uma decisão. Esse é o problema da procrastinação.

Regra 14: É extremamente difícil fazer uma lista de todas as coisas que você pensou. Isso explica por que é importante estender o processo de tomada de decisões ao máximo de pessoas possível.

Regra 15: O design será o próximo campo de batalha das empresas pela vantagem competitiva.

Regra 16: Sim, é importante ser inovador, chamativo e divertido. Mas se os consumidores não conseguem usar facilmente seu design, não comprarão seu produto.

Regra 17: Sem executar você não conseguirá nada.

Regra 18: Responsabilize as pessoas. Recompense aquelas que executam. Oriente as que não o fazem. Se persistirem no erro, demita-as. Mantê-las não é bom para elas e nem para a organização.

Regra 19: Por mais sobrecarregado de trabalho que você esteja, é sempre melhor não contratar ninguém do que contratar a pessoa errada. Parece elementar, mas a regra é violada diariamente por toda parte, gerando resultados desastrosos.

Regra 20: Pessoas de nível A contratam profissionais do mesmo nível, as de nível B contratam pessoas de nível C, e as de nível C contratam perdedores. Deixe seus padrões caírem uma única vez e você estará a apenas duas gerações da morte.

Regra 21: Se você perde ótimos funcionários, perde o sucesso. Simples assim.

Regra 22: A tecnologia não é a resposta. Ela pode capacitar e apoiar a visão corporativa mas, por si só, não fornece vantagem competitiva.

Regra 23: Feudos operacionais são ruins em qualquer lugar, mas são especialmente paralisantes quando se trata da tecnologia da informação, que é vital ao sucesso de quase todas as empresas.

Regra 24: Não deixe o seu pessoal perder tempo tentando desvendar algo que alguém na empresa já descobriu. Crie e mantenha umsistema de gestão do conhecimento eficiente para compartilhar informações.

Regra 25: Dados são uma série de fatos. Informações são um monte de dados sobre um tema dentro de um determinado contexto. As empresas almejam gerenciar as informações de modo a gerar conhecimento: informações que foram processadas de tal maneira que possam promover a vantagem competitiva.

Regra 26: Os princípios que definem a maneira como você lidera devem permanecer absolutamente constantes. A forma como você os expressa precisa variar a cada dia, dependendo do público. Certifique-se de que ele entende o que você está tentando fazer – e qual o papel dele.

Regra 27: Os líderes lideram.

Regra 28: Liderança é a arte de induzir as pessoas a fazerem o que você quer porque elas querem.

Regra 29: Os líderes precisam dizer duas coisas :”Este é o nosso rumo” e “Por isso precisamos de sua ajuda para chegar lá”.

Regra 30: Alcançar o equilíbrio é um problema de gerenciamento de tempo e deve ser tratado como tal. Isso significa que, se você descobre o que precisa realizar em sua vida pessoal e profissional, o resto flui naturalmente.

Regra 31: Você pode fazer qualquer coisa, mas não todas as coisas.

Regra 32: Faça pausas. Além de torná-lo mais produtivo, vai ajudá-lo a encontrar oportunidades.

Regra 33: Grandes gerentes são tão importantes quanto grandes líderes.

Regra 34: Quanto mais a alta direção se aproxima do cliente, maiores aschances de sucesso da organização.

Regra 35: Seus funcionários nunca saberão como estão se saindo – e como podem melhorar – se você não lhes disser.

Regra 36: Nada acontece nos negócios até que o cliente diga sim.

Regra 37: Se os cães não querem comer uma ração, ela é ruim. Ponto final. De forma semelhante, se os clientes não querem comprar o seu produto ou serviço, você não está oferecendo o que eles desejam ou necessitam. A culpa é sua, não deles.

Regra 38: Toda comunicação com um cliente precisa responder às duas perguntas que ele sempre tem (ainda que nem sempre as expresse): “O que você tem a oferecer?” e “Por que devo me interessar?”

Regra 39: Nossas três regras da propaganda: não nos insulte, diga a verdade e tenha senso de humor. Viole essas regras por sua conta e risco.

Regra 40: Temos o tipo de organização que merecemos.

Regra 41: Se Sua empresa tem um vice-presidente administrativo, algo está terrivelmente errado. Você não deveria precisar de burocracia para gerir a burocracia. Na verdade, não deveria ter burocracia nenhuma.

Regra 42: Em última análise, tudo é pessoal.

Regra 43: O todo é maior do que a soma das partes. Se não for, você está diante de um desafio gerencial sério.

Regra 44: Nas empresas bem administradas, todo mundo é necessário, mas ninguém é indispensável.

Regra 45: O fato de todos usarem o mesmo uniforme não significa que formem uma equipe.

Regra 46: Revisemos o velho clichê: sem risco prudente, não há recompensa razoavelmente previsível.

Regra 47: Não dá para ser um pouco ético. Ou você é ético ou não é. Não existe meio-termo.

Regra 48: Todos precisam entender e internalizar os valores básicos da empresa. Com isso libera-se tempo, porque você não precisa debater as crenças fundamentais da organização. Todos sabem quais são. Isso também libera recursos. Quando as pessoas sabem o que devem saber requerem menos supervisão.

Regra 49: Se não está certo,não faça; se não é verdade, não diga.

Regra 50: Na economia atual, as empresas rápidas derrotam as lentas.

Regra 51: Procure agilizar a produção. O efeito cumulativo pode ser surpreendente.

Regra 52: Só porque vez ou outra você pisa fundo no acelerador não quer dizer que possa fazer isso o tempo todo. As organizações podem funcionar a pleno vapor apenas por curtos períodos.

Regra 53: Se você não sabe para onde está indo, qualquer caminho o levará lá. Você precisa de estratégia e direção claras, que todos na organização possam entender tão bem quanto você.

Regra 54: Como diria Tom Watson, da IBM: Pense!

Regra 55: Se você não teve um fracasso espetacular na vida, seus esforços foram insuficientes.

Feita a reflexão, qual das regras se aplica ao seu dia a dia?

Em quais situações você poderia ter feito a diferença se tivesse pensado a respeito?

A mudança somente acontece naqueles que pensam e exercem o pensamento como ação no seu dia a dia.

#Ficaadica!

______________________________________________

Artigo escrito por Gustavo Rocha
Sócio da GestãoAdvBr – Consultoria em Gestão e Tecnologia Estratégicas
Sócio da Bruke Investimentos
[+55] [51] 8163.3333 | www.gestao.adv.br | http://www.bruke.com.br
Contato integrado: gustavo@gestao.adv.br [Email, Skype, Gtalk, Twitter, LinkedIn, Facebook, Instagram, Youtube]

Anúncios

Marcado:, ,

2 pensamentos sobre “Adapte-se ou morra #DepartamentoAsQuintas

  1. Mauro Cesar Leite Oliveira 17 de outubro de 2013 às 14:27 Reply

    QUe bom que a lista foi útil… o livro é ótimo. Gostei bastante dos pontos que você ressaltou. Abraços

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s