Problemas ou feijões?

Quase todos os dias escutamos um ou outro profissional da advocacia reclamando da sua profissão. Enaltecendo literalmente os seus problemas.

Problemas, enfrentamentos e dificuldades todos temos. Alguns mais, outros menos.

Contudo, precisamos aprender primeiro a ver o que é problema e o que é consequencia de problema.

Falta de dinheiro, por exemplo. Não é problema. É a consequencia de outro problema: Falta de trabalho, inoperância, estudo, acomodação, etc.

A visão do problema normalmente é um dos maiores problemas. As pessoas em geral tendem a achar que o problema não é com elas. Acham que todos erram, menos elas mesmo.

Além disto, muitos fogem dos problemas, achando que eles se resolvem sozinhos.

Não se resolvem. Na verdade eles somente crescem sozinhos. Mais ou menos como uma massa com fermento. Deixa ela parada por um tempo e quando voltar ela já saiu da fôrma.

Divido com vocês uma fábula sobre este tema:

Feijões ou Problemas…

Reza a lenda que um monge, próximo de se aposentar precisava encontrar um sucessor. Entre seus discípulos, dois já haviam dado mostras de que eram os mais aptos, mas apenas um poderia sucedê-lo.

Para sanar as dúvidas, o mestre lançou um desafio para colocar a sabedoria dos dois à prova. Ambos receberam alguns grãos de feijão que deveriam colocar dentro dos sapatos, para então empreenderem a subida de uma grande montanha.

Dia e hora marcados, começa a prova. Nos primeiros quilômetros, um dos discípulos começou a mancar. No meio da subida, parou e tirou os sapatos. As bolhas em seus pés já sangravam, causando imensa dor. Ficou para trás, observando seu oponente sumir de vista.

Prova encerrada, todos voltam ao pé da montanha para ouvirem do monge o óbvio anúncio. Após o festejo, o derrotado aproxima-se e pergunta ao seu oponente como é que ele havia conseguido subir e descer com os feijões nos sapatos:

– Antes de colocá-los no sapato, eu os cozinhei – foi a resposta.

Comparando os feijões à problemas, há sempre um jeito mais fácil de levar a vida. Problemas são inevitáveis. Já a duração do sofrimento é você quem determina….

APRENDA A COZINHAR SEUS FEIJÕES!!!!

 

E como fazer para cozinhar os feijões da vida?

Primeiro: Estude.

Depois: Aprenda que estudar é apenas uma parte, aplicar é outra, errar é logo em seguida e aprender o que fazer com o erro é o início da subida ao sucesso.

Não existe nada melhor que um problema para nos ensinar como resolver o quebra cabeça da vida.

Erros são o alicerce do aprendizado, recorde-se disto!

E, cozinhando seus feijões, os problemas serão sempre simples de serem resolvidos.
______________________________________________
Artigo escrito por Gustavo Rocha – Sócio da Consultoria GestãoAdvBr
http://www.gestao.adv.br gustavo@gestao.adv.br

Anúncios

Marcado:,

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s