[Departamento as quintas] Reflexão: Advocacia, nosso amor

Todas as quintas-feiras publicamos no portal GestãoAdvBr um artigo inédito sobre departamentos jurídicos e seus relacionamentos internos, com escritórios terceirizados e muito mais. Nos acompanhe!

 

Convido você a fazer uma reflexão sobre a sua profissão…

 

Advocacia, nosso amor

(escrito por Gustavo Rocha)

 

Quem escolheu ser corporativo,

Primeiro escolheu ser advogado,

Primeiro escolheu ser profissional do direito,

Primeiro quis ser justo e fazer bem sem olhar a quem.

 

Fez da advocacia a sua sina,

Fez dos relacionamentos a sua essência,

Inteligência sua cadência e principalmente:

Fez da justiça a igualdade a ser perseguida;

 

Encontrou obstáculos diariamente,

Encontrou amor no dia a dia,

Pois é na advocacia a sua vida,

E a advocacia o seu, o meu e nosso amor;

 

Tem que amar muito a profissão de advogado para continuar nela. O advogado corporativo ainda leva na sua senda mais um carma: Tem que ser advogado e estrategista da empresa ao mesmo tempo.

A advocacia mudou e com ela ganhamos mais responsabilidades, mais tarefas e principalmente menos tempo para tudo isto.

Sabemos que as vezes a advocacia nos trata com muitas mudanças, vai desde o processo eletronico, mudanças dentro da empresa, eleições, licitações, novidades da justiça do trabalho e por aí vai… Me lembra um soneto:

SONETO LXXXVIII
Quando me tratas mau e, desprezado,
Sinto que o meu valor vês com desdém,
Lutando contra mim, fico a teu lado
E, inda perjuro, provo que és um bem.
Conhecendo melhor meus próprios erros,
A te apoiar te ponho a par da história
De ocultas faltas, onde estou enfermo;
Então, ao me perder, tens toda a glória.
Mas lucro também tiro desse ofício:
Curvando sobre ti amor tamanho,
Mal que me faço me traz benefício,
Pois o que ganhas duas vezes ganho.
Assim é o meu amor e a ti o reporto:
Por ti todas as culpas eu suporto.

William Shakespeare

 

A advocacia é como diz Shakespeare: Um amor que apesar de seus males, amamos.

Você pensa na sua profissão? Sabe o porque desta escolha? Você a fez ou a vida fez por você?

Somente o amor pela sua profissão pode fazer a diferença, como já afirmou Leo Buscaglia:

 

Amor – Léo Buscaglia

Ninguém pode dar aquilo que  não possui.
Para dar amor, você deve ter o amor.

Ninguém pode ensinar aquilo que não sabe.
Para ensinar o amor, você precisa compreendê-lo

Ninguém pode conhecer aquilo que não estuda.
Para estudar o amor, você precisa viver no amor.

Ninguém pode apreciar aquilo que não aceita
Para aceitar o amor, você deve tornar-se receptivo a ele

Ninguém pode ter dúvida daquilo em que deseja acreditar
Para acreditar no amor, você deve estar convencido do amor.

Ninguém admite aquilo a que não se entrega
Para se entregar ao amor, você deve ser vulnerável a ele.

Ninguém vive aquilo a que não se dedica
Para se dedicar ao amor, você deve estar sempre
crescendo no amor!

Então, concluindo, somente com dedicação, entrega, desejo, apreço, conhecimento, vontade é que podemos advogar, exercer com plenitude a nossa profissão.

#Ficaadica

______________________________________________
Artigo escrito por Gustavo Rocha – Sócio da Consultoria GestaoAdvBr
http://www.gestao.adv.br gustavo@gestao.adv.br

Anúncios

Marcado:, ,

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s