[Semana da Advocacia] Como se forja um profissional?

Nesta semana que culmina no dia do advogado (sábado, 11 de Agosto), posts especiais para estes bravos profissionais.

Dizem que um bom advogado conhece as leis e o melhor conhece o juiz… Não concordo, embora pareça tentador concordar.

Agora, em pensamento direto, como se forjou o profissional que hoje é você?

No mínimo com muito estudo, esforço e dedicação.

Mas, seria este profissional um resultado de faculdade, pós, MBA, mestrado ou doutorado?

Se fosse assim, algumas universidades formariam apenas líderes e vencedores, não é mesmo?

Um texto de Jorge Luis Borges nos ajuda a esclarecer isto:

O Presente não Existe

Não é extraordinário pensar que dos três tempos em que dividimos o tempo – o passado, o presente e o futuro -, o mais difícil, o mais inapreensível, seja o presente? O presente é tão incompreensível como o ponto, pois, se o imaginarmos em extensão, não existe; temos que imaginar que o presente aparente viria a ser um pouco o passado e um pouco o futuro. Ou seja, sentimos a passagem do tempo. Quando me refiro à passagem do tempo, falo de uma coisa que todos nós sentimos. Se falo do presente, pelo contrário, estarei falando de uma entidade abstracta. O presente não é um dado imediato da consciência.

Sentimo-nos deslizar pelo tempo, isto é, podemos pensar que passamos do futuro para o passado, ou do passado para o futuro, mas não há um momento em que possamos dizer ao tempo: «Detém-te! És tão belo…!», como dizia Goethe. O presente não se detém. Não poderíamos imaginar um presente puro; seria nulo. O presente contém sempre uma partícula de passado e uma partícula de futuro, e parece que isso é necessário ao tempo. 

Jorge Luís Borges, in ‘Ensaio: O Tempo’

Em bom português: Somos resultados das escolhas do passado projetados naquilo que almejamos no futuro.

Você, profissional e pessoalmente, é resultado disto. Então, melhor observar bem o que tem feito no passado e quais escolhas tem resolvido no presente.

Você se atualiza com frequência sobre gestão e tecnologia?

Você sabe o que está acontecendo em termos de processo eletrônico?

Você participa da OAB de alguma maneira como forma de interagir com outros profissionais em termos de classe?

Escolhas, escolhas, escolhas. Elas forjam você e seus resultados.

Ululante que não podemos esquecer as palavras de Augusto Cury: “Uma pessoa imatura pensa que todas as suas escolhas geram ganhos. Uma pessoa madura sabe que todas as escolhas tem perdas”.

Pense nisto. E, lógico, escolha como você quer agir, assumindo as consequências.

______________________________________________

Artigo escrito por Gustavo Rocha – Sócio da Consultoria GestaoAdvBr

www.gestao.adv.br  |  gustavo@gestao.adv.br

Anúncios

Marcado:, ,

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s