[Semana de Reflexão] Cativar

Nesta semana irei trazer textos de reflexão, com alguns comentários profissionais, para iniciarmos o ano pensando em como podemos fazer diferente e fazer a diferença!

Um texto de Antonie Saint Exupéry do livro o Pequeno Príncipe nos traz os princípios básicos do cativar:

E foi então que apareceu a raposa:– Bom dia, disse a raposa. – Bom dia, respondeu polidamente o principezinho que se voltou mas não viu nada. – Eu estou aqui, disse a voz, debaixo da macieira… – Quem és tu? perguntou o principezinho. Tu és bem bonita. “Eu sou uma raposa”, disse a raposa.”Venha brincar comigo”, propôs o Pequeno Príncipe. “Eu estou tão triste”.“Eu não posso brincar com você”, a raposa disse. “Eu não estou cativada”.“O que significada isso – cativar?”“É uma coisa que as pessoas freqüentemente negligenciam”, disse a raposa. “Significa estabelecer laços”.“Sim” disse a raposa. “Para mim você é apenas um menininho e eu não tenho necessidade de você. E você por sua vez, não tem nenhuma necessidade de mim. Para você eu não sou nada mais do que uma raposa, mas sem você me cativar então nós precisaremos um do outro”.A raposa olhou fixamente para o Pequeno Príncipe durante muito tempo e disse: “Por favor cativa-me.”“O que eu devo fazer para cativar você?” perguntou o Pequeno Príncipe.Você deve ser muito paciente”. Disse a raposa. “Primeiro você vai sentar a uma pequena distância de mim e não vai dizer nada. Palavras são as fontes de desentendimento. Mas você se sentará um pouco mais perto de mim todo dia.”No dia seguinte o principezinho voltou.“Teria sido melhor voltares à mesma hora, disse a raposa. Se tu vens por exemplo, às quatro da tarde, desde as três eu começarei a ser feliz. Quanto mais a hora for chegando, mais me sentirei feliz. Ás quatro horas, então, estarei inquieta e agitada: descobrirei o preço da felicidade! Mas se tu vens por exemplo a qualquer momento, nunca saberei a hora de preparar o coração…É preciso ritos.”Então o Pequeno Príncipe cativou a raposa e depois chegou a hora da partida dele – “Oh!” disse a raposa. “Eu vou chorar”.“A culpa é sua”, disse o Pequeno Príncipe, “mas você mesma quis que eu a cativasse”.“Adeus”, disse o Pequeno Príncipe.“Adeus”, disse a raposa. “E agora eu vou contar a você um segredo: nós só podemos ver perfeitamente com o coração; o que é essencial é invisível aos olhos. Os homens têm esquecido esta verdade. Mas você não deve esquecê-la. “Você se torna eternamente responsável por aquilo que cativa…”


Como precisamos disto no mundo empresarial… Cativar pessoas, com atitudes e não apenas com palavras.

Fazendo como disse a raposa, cumprindo horário, estabelecendo ritos. Se você age dentro do melhor, cumpre sua palavra, entrega relatórios, faz o melhor, você cativa. O cliente sente-se feliz em ter você como prestador de serviços… Porque trocar o certo pelo duvidoso então?

Não existe marketing melhor que a sua atitude.

E para encerrarmos a semana de reflexões com um pensamento derradeiro, deixo este texto de Khalil Gibran:

 

“Sinto-me como uma semente no meio do inverno, sabendo que a primavera se aproxima. O broto romperá a casca e a vida que ainda dorme em mim haverá de subir para a superfície, quando for chamada. O silêncio é doloroso, mas é no silêncio que as coisas tomam forma, e existe momentos em nossas vidas que tudo que devemos fazer é esperar. Dentro de cada um, no mais profundo no ser, está uma força que vê e escuta aquilo que não podemos ainda perceber. Tudo o que somos hoje nasceu daquele silêncio de ontem. Somos muito mais capazes do que pensamos. Há momentos em que a única maneira de aprender é não tomar qualquer iniciativa, não fazer nada. Porque, mesmo nos momentos de total inação, esta nossa parte secreta está trabalhando e aprendendo. Quando o conhecimento oculto na alma se manifesta, ficamos surpresos conosco mesmos, e nossos pensamentos de inverno se transformam em flores, que cantam canções nunca antes sonhadas. A vida sempre nos dará mais do que achamos que merecemos”.

 

Que o conhecimento, amor e vida sempre brotem do teu ser. Um 2012 maravilhoso para nós!

______________________________________________

Artigo escrito por Gustavo Rocha – Diretor da Consultoria GestaoAdvBr
http://www.gestao.adv.br gustavo@gestao.adv.br

 

Anúncios

Marcado:

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s