Independência ou morte, quero dizer, gestão!

Independência ou morte, quero dizer, gestão, ou seja, se você quer ter gestão no seu negócio, trate de ser independente, ou melhor, livre.

Como assim?

Nesta homenagem a independência do nosso país comemorada amanhã, quero discorrer sobre um tema fundamental, constitucional, em fato, existencial: A liberdade.

Como alguém pode pensar em gestão, organização, inovação, criação sem liberdade?

Alguns dirão: Mas somos livres! Temos como ir e vir, uma Constituição Federal moderna, uma democracia.

Se isto é liberdade, melhor pensar em algo maior que estes pontos.

A liberdade é mais do que um sentimento ou uma possibilidade, liberdade – ao meu ver e sentir – é uma forma de ser.

Como podemos ter a pretensão de sermos livre se sequer conseguimos ver o que está acontecendo ao nosso redor? Será que conseguimos ter a concepção do que está ocorrendo no mundo com um senso crítico? Ou será que somos coordenados por aqueles que vêem como as coisas acontecem.

Porque aceitamos passivamente a corrupção? Por querer um dia fazer parte dela? Por um sentimento coletivo de que podemos um dia nos dar bem?

Porque  você acha que o seu escritório é bem sucedido? Porque você é bom? Tem bons funcionários? Clientes maravilhosos? Como isto aconteceu?

Com certeza não foi num passe de mágica. Nada é por acaso, já disse Exupéry.

Você pensa que é livre porque pode fazer greve? Participar de uma passeata? Pode se manifestar com um blog, site, no rádio ou na TV?

As palavras devem ser maiores que o silêncio. A força da liberdade não está em movimentos sociais, guerras, batalhas armadas. A força da liberdade está dentro de nós. Somos livres quando conseguimos ouvir uma explicação, compreendê-la, analisa-la conforme os nosso valores internos e concluir se o que ouvimos é o que acreditamos ou não. Liberdade é a paz que o homem e a mulher maduros carregam dentro da sua vida, diante das adversidades.

E a gestão?

Quer ser livre com gestão? Jamais aceite tudo como está! Reinvente-se diariamente. Pense: Como poderia fazer diferente, mais simples e funcional?

A liberdade dentro de você é que pode mudar o mundo. Quer começar a mudar hoje o mundo? Comece mudando suas atitudes e conceitos.

Não aceite tudo que lhe dizem. Pense, critique a informação. Confronte com a sua verdade interior. Tire suas novas conclusões. Lembre-se de Kelsen: Tese, antítese geram uma nova tese que receberá uma nova antítese e assim por diante.

Estamos em constante evolução. Como querer que o pensamento seja o mesmo que há dez anos atrás?

Liberdade tem rima com educação. Não a educação única dos livros, blogs, etc. Educação vem de ensinar e aprender. Penso assim: Educar significa ensinar o outro a pensar com seus próprios pensamentos e verdades, para que ele possa aprender a ser livre.

A liberdade liberta a mente, coração e alma das amarras do pensamento fechado, preconceito, vaidade, entre outros limitadores do ser.

Viva a liberdade neste feriado de 7 de Setembro! Mas, a liberdade que liberta e não apenas a palavra liberdade.

Boa reflexão!

______________________________________________
Artigo escrito por Gustavo Rocha – Diretor da Consultoria GestaoAdvBr
http://www.gestao.adv.br gustavo@gestao.adv.br

Anúncios

Marcado:,

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s