Casamento e a sua empresa

Neste final de semana passado foi o casamento do meu amigo virtual @JoseVitor, que pude acompanhar parcialmente pelo twitter.

Ao ver esta data tão importante para ele, recordei de três pontos da vida relacionado a casamento que divido com vocês:

1. Parabéns aos pombinhos @JoseVitor e @DesignerLu por esta data tão importante em suas vidas.

2. Recordei do meu momento de casamento com a minha amada @PollianaG.

3. E das similaridades de um casamento com a gestão de uma empresa.

Os dois primeiros pontos são apenas homenagens sinceras e verdadeiras. O terceiro ponto é o objeto deste artigo.

Quais os elementos de um casamento que mais marcam? Inúmeros dirão alguns. Todos, dirão outros. Vamos pegar 3 destes elementos:

1. Juras de amor e fidelidade;

2. Carinho, atenção e amor que propuseram a troca de alianças;

3. Companheirismo, dedicação e cumplicidade do casal;

Estes três sentimentos existem na relação entre o cliente e a empresa. Vejamos!

Juras de amor e fidelidade

Todo início de amor tem juramentos e pressupõe fidelidade. Por óbvio, a relação somente irá adiante se continuar a existir este amor e a fidelidade.

Quando você conquistou o seu primeiro cliente não aconteceu o mesmo com você?

Um juramento de resolver todo problema dele, mesmo pelo parco retorno financeiro;

Um juramento de recorrer a quem quer que fosse para que a causa seja ganha;

Uma fidelidade ao cliente sempre demonstrada com amor, carinho e orgulho;

E o que aconteceu hoje, anos depois disto? Você perdeu o encanto com os clientes? Eles se tornaram apenas retorno financeiro?

É amigo leitor… O tempo passa e as coisas mudam, caem na rotina, são sempre iguais… Daí o porque muitos casamentos acabam.

Pense nisto: Como o seu casamento com o cliente está nas juras de amor e fidelidade? Você anda se preocupando apenas com rabos de saia mais novos ou ainda ama a sua nega véia?

Carinho, amor e atenção que propuseram a troca de alianças

O casamento é o ápice/cume/resultado de muito amor, atenção e carinho dados e recebidos entre o casal. É a maneira de dizer eu te amo para todos poderem ouvir. É uma festa social que envolve amigos, parentes, conhecidos.

Faz quanto tempo que você não diz eu te amo ao seu cliente?

Lógico que não será dito literalmente, mas será dito com gestos, atenção, atendimento personalizado, comemoração da data do seu aniversário, retorno da situação do seu processo, enfim, com todas as formas de carinho e atenção possíveis e imagináveis para que o cliente se sinta amparado, acolhido, confortado.

Devemos ser estritamente racionais em nosso negócio, mas muito sentimentais no trato com nosso cliente (sem entrar no problema dele).

A base do amor está em ser ele regado/cultivado todos os dias. Dizer eu te amo apenas no dia do aniversário não resolve.

Surpreenda seu amor (e o seu cliente) com atitudes verdadeiras, carinho e atenção. O amor e fidelidade do cliente a sua marca se renovam.

Companheirismo, dedicação e cumplicidade do casal

Você defende e elogia o seu amor na frente das outras pessoas?

Você está ao lado dele(a) sempre que possível?

Você busca aquilo que ele(a) amam e lhe dá de presente?

Não???

Então esqueça. Você não serve para negócios. Se você não faz isto em casa, onde podemos errar e nem sempre sermos culpados, no mundo empresarial você não irá fazer sem parecer ser falso.

O cliente precisa ser defendido e sentir-se defendido.

O cliente precisa de contato, uma ligação, um atendimento com hora marcada ou sem.

O cliente precisa de informações sobre como anda o seu processo.

Enfim, o cliente precisa sentir-se companheiro e cumplice do escritório.

Em suma,

Faça do seu negócio um verdadeiro casamento com o seu cliente. Além destas premissas acima, recorde-se que a base da felicidade familiar está lastreada no amor e no perdão. Aqueles sentimentos verdadeiros, sinceros, honestos.

Ame seu companheiro(a);

Perdoe seu companheiro(a);

Ame seu companheiro(a);

A lista é clara, ame mais do que erre para pedir perdão.

Faça o mesmo com seu cliente: Dedique-se mais a ele do que erre com ele. Ele poderá perdoar um deslize, mas jamais perdoará a falta de atenção.

Um final feliz aos pombinhos @JoseVitor e @DesignerLu e que na sua vida e da sua empresa, o casamento com o cliente seja sempre uma felicidade sem igual!

_______________________________________
Artigo escrito por Gustavo Rocha – Diretor da Consultoria GestaoAdvBr
http://www.gestao.adv.br | gustavo@gestao.adv.br

Anúncios

Marcado:,

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s