Divagações sobre mercado e tecnologia

Muitas, inúmeras notícias tem povoado a internet, jornais e tv sobre a chamada revolução das redes sociais. Novos produtos, serviços, novos mercados para o marketing, enfim, muitas novidades.

Entramos numa era onde informação é excessiva, onde temos que garimpar o que é útil e o que é bobagem. Um outro artigo que escrevi sobre este assunto demonstra bem esta realidade. Leia aqui.

Temos visto que a tecnologia aproxima as pessoas, reinventa a realidade que antes era só presencial e hoje pode ser virtual, enfim, altera muito a forma do mercado se ver e agir.

Quando poderíamos imaginar uma serviço que recomendasse lugares e pessoas? O Google já inventou um, chama-se Hotpot. Leia sobre este produto aqui.

Quer dizer, se o seu negócio hoje for bom, haverá pessoas na internet divulgando o serviço, sem nenhum tipo de propaganda, marketing, tv, rádio… O bom e velho boca a boca está de volta com toda força, desta vez num mundo virtual.

Alguém duvida que depois deste serviço ser usado em larga escala seus resultados serão integrados com a busca do Google?

Pois é… A marca do seu negócio está cada vez mais vinculada as redes sociais e a tecnologia.

Mas, um dado que muito tenho analisado e percebido como significativo para as empresas é a mudança de pensar, agir e falar do consumidor.

Antes, para saber se um produto era bom, ligávamos para nossos amigos, pedíamos orientação para conhecidos. Hoje, entramos na internet e digitamos o nome da empresa. Tudo de bom ou ruim aparecerá. E não há como obter um controle sobre esta informação.

Antes, o consumidor comprava exclusivamente pela marca ou sua propaganda. Hoje, ele procura marcas similares que não sejam mal faladas na internet e as testa. A marca deixou de ser absoluta.

Antes, o consumidor sentindo-se lesado, xingava, falava para uns 10 amigos e isto tinha um efeito na comunidade local. Hoje, ele protesta em sites especializados, cria blogs para falar de seus problemas e literalmente afunda a marca com alguns cliques na internet.

Muitas empresas já acordaram para esta realidade e estão monitorando sua marca periodicamente.

Apenas isto basta?

Lógico que não.

As empresas e prestadores de serviço tem que estar atentos que o mercado está em evolução. Não se trata apenas de uma mudança de atitude e pronto.

Estamos diante de uma revolução na maneira de pensar e agir da sociedade. Significa que não podemos ficar acomodados aguardando novidades.

A solução é agir antes que o mercado inteiro se dê conta da mudança.

A solução é perceber tendências e investir nelas.

A solução é aceitar que nem sempre investir quer dizer retorno rápido e certo, mas são nos ajustes dos investimentos que o sucesso é trilhado.

O mercado não irá esperar as empresas se adaptarem. Aquelas que se adaptarem é que terão o mercado para si.

Uma ótima reflexão para 2011.

Pense em como o mercado está e como você está utilizando as informações do mercado para fazer crescer o negócio!

_______________________________________

Artigo escrito por Gustavo Rocha – Diretor da Consultoria GestaoAdvBr
http://www.gestao.adv.br | blog.gestao.adv.br | gustavo@gestao.adv.br

Anúncios

Marcado:,

Um pensamento sobre “Divagações sobre mercado e tecnologia

  1. […] This post was mentioned on Twitter by GestaoAdvBr, JusNavigandi Blogs. JusNavigandi Blogs said: Divagações sobre mercado e tecnologia http://bit.ly/i627ya […]

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s